Piccata à milanesa - Bifes a milanesa



Ingredientes:
100 gramas de bife de vitelo por pessoa
sal e pimenta à gosto
trigo para pouvilhar
2 ovos
50 gramas de queijo parmesão ralado bem fino
óleo para assar









Modo de preparo:
1. Tempere os bifes com sal e pimenta. Depois pouvilhe-os com o trigo. Reserve.
2. Em um prato coloque o queijo parmesão.
3. Em outro prato, ponha os ovos. Bata com um garfo para juntar clara e gema.
4. Em uma frigideira, coloque o óleo para esquentar em fogo médio. Em seguida,
passe os bifes no ovo e no queijo ralado. Coloque na frigideira para assar. Qunado
estiverem dourados, retirar do fogo e servir quente. Esse prato combina com Risoto à milanesa ou espaguete no molho de tomate.




Obs:  Bifes de patinho, alcatra e filé mignon também poderão ser usados nesta receita





Risoto à milanesa



Ingredientes:

500 gramas de arroz para  risoto
1 cebola picada
1 dente de alho
3 colheres de azeite de oliva
1 copo de vinho branco seco
800 ml de caldo de carne( 3 knorr)
120 gramas de queijo parmesão fresco ralado
1 colher de açafrão
sal e pimenta à gosto




 
Modo de preparar:
1. Em uma panela, prepare o caldo de carne  dissolvendo os tabletes na  água quente.
2. Em  outra  panela, coloque o azeite para esquentar . Junte a cebola e o alho e deixe dourar. 
3. Em seguida, coloque o arroz na panela e mexa-o  para não pregar no fundo da panela.  Acrescente o vinho branco e mexa bem até o vinho evaporar. 
4. Junte o caldo de carne aos poucos, sendo que o caldo deverá cobrir sempre o arroz. Cozinhe o risoto em fogo médio.
5. Depois de 10 minutos dissolva o açafrão num pouco do caldo e adicione ao risoto. Mexa bem. 
6. Quando o risoto estiver pronto desligar o fogo e coloque o queijo ralado.  Mexa bem e tampe a panela. Reserve-o por 5 minutos. Sirva quente.


Tempo de cozimento:  15 minutos ou "al dente" 
Combina:                         Piccata à milanesa - bifes à milanesa,  carnes





Vitello tonnato



Ingredientes:
500 gramas de lombo de vitello
sal, pimenta
tempero completo
1 lata de atum em conserva
2 colheres de alcaparras
4 colheres de maionese
1 cebola
óleo









 
Modo de preparar a carne:
1. Tempere a carne com sal, pimenta e
tempero completo.
2. Em seguida, leve uma frigideira com
óleo ao fogo  alto para esquentar. Asse
a carne de todos os lados.
3. Coloque a carne numa assadeira e leve
ao forno por 2 horas numa  temperatura de 65°.
4. Retire a carne do forno e deixe esfriar.









Modo de preparar o molho:
1. No liquidificador, passe o atum, alcaparras, maionese e a cebola.
Ficará um molho bem grosso.




Como montar:
1. Depois que a carne estiver fria, corte fatias bem finas.
2. Em um prato coloque as fatias abertas.
3. Por cima da carne passe uma camada do creme de atum.
4. Decore com alcaparras e sirva.

Caso não encontre lombo de vitello poderá fazer também com lombo de vaca ou filé.






Sassicaia e Guidalberto - versão em português




                  Sassicaia e Guidalberto da vinícola Tenuta San Guido Bolgheri Toscana - Itália




Em 1944 na propriedade de San Guido perto de Bolgheri, Mario Incisa della Rocchetta fundou sua vinícola.
Em 1928, Mario Incisa era estudante na cidade de Pisa, mas já sonhava em fazer vinho. O jovem herdeiro de uma das mais importantes famílias italianas realizou o seu plano.
Cerca de 10 quilômetros da costa, numa encosta rochosa chamada Castiglionello ele plantou suas primeiras videiras.
Com a intenção de continuar com a tradição de plantar uvas típicas da região, tais como Sangiovese, Nebbiolo, Nera Pollera ou Agliamico uma nova variedade de uvas, acabou se decidindo pela a uva Cabernet Sauvignon. Ele sabia que esse tipo de uva poderia ser misturado com outras uvas e apartir dessa mistura poderia resultar em um vinho excelente. Algo que o incentivou a plantar esse tipo de uva foi a paisagem local e rochosa.
Mario Incisa plantou a uva,  e produziu um vinho puro, só com a uva Cabernet Sauvignon, que ele chamou de Sassicaia (Sassi = pedras), por causa das pedras rochosas onde as uvas cresceram. Nos anos seguintes, ele fez uma mistura fina deste vinho com uma pequena proporção de Cabernet Franc.
Logo depois do lançamento do vinho ano 1968, recebeu o prêmio Premier Cru de Bordeaux, mas o vinho só podeia ser vendido apenas na Itália como VDT(vinho de mesa). 
O nome correto do Bolgheri Sassicaia DOC só foi aceito depois de receber a licença em 1994..
Ano após ano a adega apresenta um excelente vinho e é coordenada pelo filho de Mario, Nicolò Incisa, que depois de sua morte herdou a videira. O Sassicaia é conhecido mundialmente como um dos mais destacados Cabernets e já ganhou vários prêmios.
O vinho Guidalberto assume o papel de segundo vinho, que tem uma excelente qualidade, mas o preço é mais acessível.

                                                 
Sassicaia


1988 bebi no ano de 2006. O melhor Sassicaia que eu já provei.
1995 bebi no ano de 2009. Forte, mas deve ficar de 5 a 10 anos na adega.
1997 bebi no ano de  2011. Vinho sensacional, mas ainda pode-se ficar de 10 a 20 anos na adega
 
Uvas:                 Cabernet Sauvignon com pouco de Cabernet Franc
Combina com:   carnes vermelhas, como carne bovina, aves cordeiro, carne de veado e guiné e queijo.

 
                          Guidalberto 


2005 bebi no ano de 2009. Vinho jovem que a partir do dia que provei deixarei por alguns anos na minha adega
2009 bebi no ano de 2012. Muito bom, mas também deverá ser armazenado na minha adega de 5 a 10 anos 

Uvas:               60% Cabernet Sauvignon, Merlot 40% 
Combina com: carnes vermelhas, como carne bovina, de avestruz, cordeiro e um bom prato de massa ou pizza.

Escrito por Patrick Werner






Sassicaia e Guidalberto - Deutsch version


                                Sassicaia und Guidalberto vom Weingut Tenuta San Guido, Bolgheri Toskana - Italien





1944 auf dem Nachlass von San Guido  in der Nähe von Bolgheri, gründete Mario Incisa della Rocchetta sein Weingut.
Da Incisa in den 20er Jahren schon als Student in Pisa davon träumte , noblen Wein herzustellen und zu dieser Zeit unter Aristokraten der Bordeaux diesem Anspruch gerecht wurde, setzte sich der junge interessierte Erbe einer der wichtigsten italienischen Familien intensiv mit seinem Vorhaben auseinander.
Etwa 10 Kilometer von der Küste entfernt, an einem steinigen Hang mit dem Namen Castiglionello setzte er seine ersten Reben.
Mit der Absicht zu den traditionellen, ortstypischen Traubensorten wie Sangiovese, Nebbiolo, Pollera Nera oder Agliamico eine neue Rebsorte zu Kultivieren, entschied er sich für die Cabernet Sauvignon Rebe, von der bekannt war, dass diese Traube auch bei einem Verschnitt mit anderen Sorten, grossartige Weine hervorbrachte.
Bestärkt wurde sein Entscheid auch mit der Tatsache, dass die örtliche, steinige Landschaft, der Gegend Graves in Bordeaux sehr ähnlich war.
Marchese Mario Incisa experimentierte mit dieser Traubensorte, produzierte Weine mit Verschnitt sowie auch einen reinen Cabernet Sauvignon, den er Sassicaia nannte ( Sassi = Steine) wegen der vielen Steine im Boden wo diese Trauben wuchsen. In den folgenden Jahren verfeienerte er diesen Wein noch mit einem kleinen Anteil von Cabernet Franc.
Als der erste Sassicaia mit dem Jahrgang 1968 der Weinwelt vorgestellt wurde, bekam er sofort die Auszeichnung Premier Crus von Bordeaux, auch wenn er in Italien nur als VdT ( Tafelwein) verkauft werden durfte. Die Rebsorte wurde erst in einer Revision der Weinzulassungen im 1994 erlaubt und akzeptiert, seid da an ist der richtige Name Bolgheri Sassicaia DOC.
Jahr für Jahr, stellt das Weingut, das von Nicolò Incisa, dem Sohn des 1983 verstorbenen Gründers, geleitet wird, sensationelle Weine her. Der Sassicaia gilt auch als einer der hervorragendsten Cabernets weltweit und hat schon diverse Preise gewonnen.
Der Guidalberto übernimmt souverän die Rolle des Zweitweines in diesem Weingut und ist auch im Einkauf noch erschwinglich.


Sassicaia:     1988  im Jahre 2006 getrunken - Der beste Sassicaia, denn ich je getrunken habe.
                       1995  im Jahre 2009 getrunken - Kräftig aber sollte noch 5- 10 Jahre im Keller bleiben
                       1997  im Jahre 2011 getrunken - Sensationeller Wein jedoch sicher noch 10 – 20 Jahre
                                                                               Lager- und Entwicklungsfähig

Traubensorte:      Cabernet Sauvignon mit wenig Cabernet Franc
Passt gut zu:         Rotem Fleisch, wie Rind, Lamm, Wild sowie zu Perlhuhn und Käse


Guidalberto:       2005  im Jahre 2009 getrunken. Super jung trinkbarer Wein, der ab diesem Tag in unserem Keller seinen festen Platz hat.
                                2009  im Jahre 2012 getrunken. Ist eine riesen Freude, gehört in jeden Weinkeller auch Lagerfähig 5 -10 Jahre

Traubensorte:      60% Cabernet Sauvignon, 40% Merlot

Passt gut zu:         Rotem Fleisch, wie Rind, Strauss, Lamm sowie zu einem schönen Teller Pasta oder  Pizza


Autor. Patrick Werner



Costelinha de porco no forno



Ingredientes:
600 gramas de costelinha de porco
1 colher de mostarda
ervas da provence(alecrim, manjerona e manjericão) à gosto
sal à gosto
pimenta à gosto






Modo de preparo:
1. Em uma bacia prepare a marinada.
2. Coloque a mostarda, as ervas, a pimenta e o sal. Misture bem.
3. Em seguida, pincele a marinada nas costelinhas. Reserve por 1 hora.
4. Aqueça o forno em 230 graus e coloque a costelinha para assar por 40 minutos.
   Não esqueça de virar a costelinha quando estiver assando. Ela fica crocante.
   Servir com batata gratinada com alho poró.





Batata gratinada com alho poró




Ingredientes:
400 gramas de batata
2 talos de alho-poró cortado em rodelas
250 gramas de creme de leite
60 gramas de queijo ralado
sal e pimenta à gosto
manteiga




Modo de preparo:
1. Cozinhe as batatas. Retire a pele e corte em rodelas.
2. Em uma panela aqueça água e dê uma leve cozinhada no alho-poró. Ou se preferir, cozinhe à vapor.
3. Misture o creme de leite, o queijo ralado, sal e a pimenta. Bata bem e reserve.
4. Pincele uma travessa refratária com manteiga. Forme uma camada de batata, outra de alho-poró e vá     altenando. A última camada será de batata.
5. Depois despeje o creme que preparou em cima das batatas. Leve ao forno por 20 minutos numa   temperatura de 180 graus. Sirva com as costelinhas de porco.         





Hackbraten - BOLO DE CARNE MOÍDA


Ingredientes:
1 quilo de carne moída
3 ovos
2 cebolas pequenas trituradas
2 dentes de alho
temperos secos( sazon, tempero completo)
pimenta à gosto
sal à gosto
cebolinha à gosto
100 gramas de farinha de rosca
óleo para fritar
4 cebolas cortadas ao meio
5 cenouras cortadas em pedaços




Modo de preparar a carne:

1. Em uma bacia coloque a carne moída e acrescente as cebolas
trituradas, a pimenta, o alho, os ovos, cebolinha e os temperos
secos. Misture tudo muito bem.
2. Em seguida, vá colocando a farinha de rosca aos poucos.
Misture tudo.
3. Faça um bolo grande ou se preferir faça dois. Fica melhor
para fritar. Reserve por meia hora.
4. Em uma frigideira coloque óleo para esquentar e coloque os
bolos para fritar. Frite bem de todos os lados. Em seguida, coloque
dentro do molho.
5. Acrescente as 5 cenouras e as 4 cebolas. Cozinhe em fogo médio
por 40 minutos. Corte em fatias e sirva com purê de batata.






Molho madeira:
3 colheres de manteiga
2 colheres de sopa de farinha de trigo
120 ml de vinho tinto seco ou vinho madeira
850 ml de caldo de carne
1 colher de mostarda
sal e pimenta à gosto





Modo de preparar o molho:

1. Derreta a manteiga e junte o trigo. Mexa bem.
2. Acrescente aos poucos o vinho, o caldo de carne, a mostarda e o sal.
3. Mexa até engrossar o molho.





Importante: O molho deverá cobrir os bolos.
                     Dependendo da panela, se necessário preparar uma quantidade maior de molho.





DICA:  NA EUROPA PODERA SER FEITO O MOLHO COM BRATENSAUCE EM PÓ
             850 ml  de água
             3 colheres de pó de bratensauce
             Dissolva o pó na água e deixe cozinhar por 5 minutos até engrossar. Acrescente 120 ml
             de vinho tinto seco.



Bolo de chocolate suiço


Ingredientes:
150 gramas de manteiga
1 pitada de sal
6 ovos
150 gramas de açúcar
300 gramas de chocolate escuro em barra
cortado em pedaços
150 gramas de nozes triturados (Haselnuss)
1 ml de aguardente de cereja (Kirsch)








Modo de preparo:
1. Em uma bacia coloque a manteiga e o sal. Bata bem até formar uma pasta.
2. Depois acrescente as gemas e o açúcar. Bata até formar uma massa homogênea.
3. Esquente água e coloque em um recepiente. Coloque o chocolate em uma bacia de aluminio. Ponha a bacia com o chocolate dentro do recepiente com água quente. O chocolate em pedaços irá derreter em banho-maria.
4. Depois de derretido acrescente a massa. Ponha os nozes e a aguardente de cereja. Bata bem.
5. Acrescente as claras batidas em ponto de neve.
6. Coloque a massa na geladeira e deixe repousar entre 6 e 12 horas.
7. Pouvilhe uma fôrma redonda sem furo no meio e despeje a massa para levar ao fôrno.
8. Preaqueça o fôrno na temperatura de 180 graus. Asse por 40 minutos. Desenforme quando estiver frio. Depois de frio pouvilhe com açúcar de confeiteiro.

Dica: Se não gostar de chocolate escuro, porque geralmente é um pouco amargo, pode-se usar chocolate de leite. O bolo ficará com uma cor mais clara, mas muito bom.





FELIZ PÁSCOA - Camarão com ervas e risoto ao vinho branco


Ingredientes:
500 gramas de camarão
2 dentes de alho
salsa, alecrim e tomilho
azeite de oliva
sal e pimenta
meio limão






Modo de fazer:
1.Limpe bem os camarões retirando a cabeça. Dê uma cortada nas costas para retirar o estomago do camarão( como se fosse uma linha preta).
2. Exprema o limão e misture bem . Deixe repousar por 10 minutos. Retire o excesso do limão com uma toalha de papel.
3. Em seguida, picar as ervas e junte aos camarões. Acrescente o alho expremido, o sal e a pimenta. Reserve por 15 minutos.
4. Em uma frigideira, coloque o azeite para esquentar. Junte o camarão marinado. Quando o camarão tiver todo vermelhinho é sinal de que está pronto. Retire do fogo e sirva quente.


Risoto ao vinho branco

Ingredientes:

250 gramas de arroz para  risoto
1 cebola picada
1-2 dente de alho
200 ml de vinho branco
750 ml de caldo de frango ou de verduras( 3 knorr)
50 gramas de manteiga (poderá trocar por azeite de oliva se preferir)
90 gramas de queijo parmesão fresco ralado
sal e pimenta à gosto

Modo de preparar:
Em uma panela prepare o caldo de frango ou de verduras dissolvendo os tabletes na  água quente.
Em  outra  panela coloque a manteiga para derreter . Junte a cebola e o alho e deixe dourar. Em seguida, coloque o arroz na panela e mexa- o  para não pregar no fundo da panela.  Acrescente o vinho branco e mexa bem. Junte o caldo de frango ou de verdura aos poucos, sendo que o caldo deverá cobrir sempre o arroz. Cozinhe o risoto em fogo médio. O tempo de cozimento é de 15 minutos ou “al dente”. Quando o risoto estiver pronto desligar o fogo e coloque o queijo ralado.  Mexa bem e tampe a panela. Reserve-o por 5 minutos. Sirva quente.

Importante:  Quando o risoto estiver cozinhando, tampe somente a metade da boca da panela.

                                 FELIZ PÁSCOA